a cidade e as terras

Março 29 2010

Valparaíso, Chile, 2009

publicado por Joao AC às 23:49

Março 29 2010

Voltar a dançar o "Amor" dos Heróis do Mar na pista de uma discoteca.

publicado por Joao AC às 10:47

Março 29 2010

publicado por Joao AC às 10:44

Março 26 2010

"Portugal só foi grande quando se abriu ao mundo."

Fernando Nobre, na excelente entrevista a Mário Crespo.

publicado por Joao AC às 23:09

Março 26 2010

publicado por Joao AC às 18:24

Março 24 2010

- Charles, o dilema da meia estação já me está a atingir. Não sei o que vestir, se ainda as lãs quentes do inverno se os algodões mais frescos da primavera.

- Menino, não desespere. A prudência manda que as lãs se mantenham até Abril, mas irei substituindo as roupas de inverno que usa menos por algumas coisas mais frescas que lhe animem um pouco o espírito acinzentado por este inverno tão rigoroso.

- Obrigado, Charles, é nestes momentos de angústia que a sua presença é ainda mais essencial.

- Oh! Menino, é para isso que aqui estou.

publicado por Joao AC às 18:47

Março 21 2010

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Plaza Mayor, Salamanca, Espanha, 2010

publicado por Joao AC às 21:49

Março 21 2010

 

 

Salamanca, Espanha, 2010

publicado por Joao AC às 21:48

Março 16 2010

  

 

"Take this waltz", Leonard Cohen sobre um poema de Frederico Garcia Lorca.

 

"Pequeño Vals Vienés"

En Viena hay diez muchachas,
un hombro donde solloza la muerte
y un bosque de palomas disecadas.
Hay un fragmento de la mañana
en el museo de la escarcha.
Hay un salón con mil ventanas.

 

¡Ay, ay, ay, ay!
Toma este vals con la boca cerrada.

 

Este vals, este vals, este vals, este vals,

de sí, de muerte y de coñac
que moja su cola en el mar.

 

Te quiero, te quiero, te quiero,
con la butaca y el libro muerto,
por el melancólico pasillo,
en el oscuro desván del lirio,
en nuestra cama de la luna
y en la danza que sueña la tortuga.

 

¡Ay, ay, ay, ay!
Toma este vals de quebrada cintura.

 

En Viena hay cuatro espejos
donde juegan tu boca y los ecos.
Hay una muerte para piano
que pinta de azul a los muchachos.
Hay mendigos por los tejados,
hay frescas guirnaldas de llanto.

 

¡Ay, ay, ay, ay!
Toma este vals que se muere en mis brazos.

 

Porque te quiero, te quiero, amor mío,
en el desván donde juegan los niños,
soñando viejas luces de Hungría
por los rumores de la tarde tibia,
viendo ovejas y lirios de nieve
por el silencio oscuro de tu frente.

 

¡Ay, ay, ay, ay!
Toma este vals, este vals del "Te quiero siempre".

 

En Viena bailaré contigo
con un disfraz que tenga
cabeza de río.
¡Mira qué orillas tengo de jacintos!
Dejaré mi boca entre tus piernas,
mi alma en fotografías y azucenas,
y en las ondas oscuras de tu andar
quiero, amor mío, amor mío, dejar,
violín y sepulcro, las cintas del vals.

publicado por Joao AC às 14:32

Março 15 2010

 O "Verano Azul" está a passar na RTPN. A aproveitar por quem ainda não tem os DVD com a colecção completa para uma vertiginosa viagem à infância.

publicado por Joao AC às 21:41

Março 15 2010

S. Pedro de Atacama, Chile, 2009

 

O horizonte não chega. Este horizonte não chega por o meu olhar o ver como finito. O finito não me chega. Persigo outros horizontes em busca do infinito. Do ainda que aparentemente infinito. Do que o meu olhar não toque o fim. Do que ao meu olhar seja infinito.

publicado por Joao AC às 15:31

Março 13 2010

 

Florença, Itália, 2009

publicado por Joao AC às 19:06

Março 12 2010

A versão de Tim Burton para Alice é um perfeito delírio visual, esteticamente um dos filmes mais belos que me lembro de ver nos últimos tempos. Cinema no entanto não é só paisagem, por isso fica do filme alguma desilusão pela superficialidade dos personagens, por alguma leveza do argumento, por alguma inconsistência na montagem que, talvez deslumbrada pela estética, se deixa arrastar em longas cenas que tiram lugar ao argumento e às personagens. Claro que vale a pena ver, claro que é um filme muito bom, mas tinha tudo para ser uma obra prima e isso, definitivamente, não é.

publicado por Joao AC às 12:18

Março 09 2010

"O Último Desejo", do grande Noel Rosa, na voz sentida de Dona Canô, a senhora responsável pela existência de Maria Bethânia e Caetano Veloso. Os genes contam mesmo.

publicado por Joao AC às 09:55

Março 07 2010

Abraçar amigos. Cerveja. Conversas soltas. Pampero com cola. "Sunday bloody sunday" numa pista de dança. Fugir ao amanhecer por um triz. Ressaca e difícil Sábado. Abraçar a família. Quinta dos Cozinheiros 2003. Sopa de Cação. Churchill Estates 2006. Noite retemperadora. Meia hora de óculos escuros. Parabenizar uma amiga. Abraçar amigos. 

publicado por Joao AC às 22:39

palavras soltas de um provinciano acomodado a Lisboa com uma grande compulsão para sair a correr terras
CAIXA DE CORREIO
acidadeeasterras@gmail.com
PESQUISAR
 
Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11

14
17
18
19
20

22
23
25
27

28
30
31


subscrever feeds